domingo, 10 de maio de 2009

Abraço quântico nacionalista


Crónica, no Expresso, de um amigo jornalista, que trabalha numa daqueles jornais satíricos, e que quer fazer um brilharete com a reportagem-balanço da Terra engolida por um buraco negro. A propósito da banha da cobra quântica tão na moda. 

Um jornalista a falar do pseudo-jornalismo sobre pseudo-ciência:
(...)
Na peça aparece uma moça ligada por uns fios aos tornozelos e uma banda na cabeça a um computador aparentemente banal. O engenheiro José Joaquim Lupi, o nosso compatriota no Brasil, revela candidamente o que faz a Terapia Quântica. "Vai buscar matrizes de base energéticas de tudo o que existe, de elementos físicos, mentais energéticos, emocionais e assim podemos testar uma coisa que está na ponta de tudo o que é medicina e que é a reactividade electrofisiológica do corpo humano, e depois com um programa de Inteligência Artificial dos mais sofisticados do mundo conseguimos reequilibrar virtualmente todo o sistema energético." Só nesta frase eu leio o suficiente para juntar um Nobel à beatificação.
(...)

Mais, aqui.

A Física Quântica é uma coisa genuinamente fantástica a que ninguém que tome minimamente contacto consegue ficar indiferente. E absolutamente em ruptura com os paradigmas do senso comum e aquilo que é a nossa percepção da realidade macroscópica. O teletransporte, ao nível atómico, não é ficção. É hoje realidade. Mas, há por aí muito charlatão que se tenta validar com o "selo quântico". Como ninguém sabe muito bem o que é, pode-se dizer tudo o que se quiser. Mas nem tudo o que luz é quântico!

1 comentário:

Manyfaces disse...

o meu enamoramento quântico começou com este livro:

http://en.wikipedia.org/wiki/The_Fabric_of_Reality