segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Stupid design


O meu texto do último Inimigo Público:

"Stupid design" é a nova corrente para explicar o mundo e a biodiversidade

Certas características do universo e do mundo vivo são melhor explicadas por uma causa estúpida, e não por um mecanismo indirecto como a selecção natural. O mundo é tão estúpido que tem que ter havido um Supremo Imbecil a desenhar as formas de vida e o mundo, é o que acreditam os adeptos do desenho estúpido. O Inimigo apresenta alguns exemplos que demonstram a existência do Supremo Imbecil:

- Os mamilos dos machos têm uma função ornamental. O Supremo Imbecil acha que os mamilos são uma espécie de galos de Barcelos para pôr em cima da televisão.

- 95% do DNA humano não contém genes e está lá só para dar um ar complicado à coisa. O Supremo Imbecil não esteve para se chatear muito.

- A utilidade do cromossoma Y, exclusivamente masculino, é permitir aos homens terem pêlos nas orelhas. O Supremo Imbecil achou que dava para fazer penteados giros.

- Os dentes do cachalotes, o maior mamífero com dentes, não servem para nada. O Supremo Imbecil pensou que iriam ter utilidade em anúncios a lula gigante enlatada, com cachalotes a sorrir.

- A cauda do espermatozóide da mosca da fruta é vinte vezes maior do que o seu próprio corpo e mil vezes maior do que a de um espermatozóide humano. O Supremo Imbecil trocou.

- As orelhas humanas não mexem. Apesar de terem musculatura são completamente inúteis para afugentar Drosophila melanogaster (vulgo, moscas de Sarah Pallin).

- A maioria das machos das aves não têm pénis e a maneira de copular é esfregando as aberturas genitais uma na outra. O Supremo Imbecil fez os pássaros ao mesmo tempo que as lésbicas, e pelo meio recebeu um telefonema.

- Um electrão é simultaneamente uma onda e uma partícula. O Supremo Imbecil não se conseguiu decidir.

David Marçal

4 comentários:

Sofia disse...

Tu és, portanto, aquilo a que normalmente se chama "um criativo". E, como qualquer criativo digno desse nome, é difícil o comum mortal perceber de onde vêm as tuas/ vossas ideias... Mas que são boas, são.

(Uma menção especial para os espermatozóides da mosca da fruta e para a associação aves/ lésbicas.)

Muito Bom!! :D

D. Ester disse...

as ideias vêm da natureza, todos os exemplos dados pelo David existem realmente. A graça está em conseguir ler o mundo com piada.

picuinhas disse...

... e rir-se, ja agora (ehehee). Mas convem tambem le-lo como deve de ser, nao?

Vtrain disse...

Estatisticas no reino unido interessantes...